QUEM SOMOS  
 
 

Saiba um pouco de nossa história :

Atuando como atacadista de cereais desde 1986 a empresa efraim bueno de  moraes ganhou credibilidade no norte pioneiro do paraná, para posteriormente  atingir outras regiões diretamente e indiretamente em todo o brasil. 

Efraim com 13 anos começou trabalhando em um armazém como saqueiro, aos 16 já era gerente e motorista aos 18.
A empresa leva o nome de efraim como marca nos produtos alimentícios em feijão, arroz, fubá, farinha de milho, pipoca, café e sal, além de consumo animal como quirera de milho e alpiste.
Atualmente são 50 colaboradores diretos e os produtos estão disponíveis em mais de 250 munícipios. A família de efraim, do lado materno, é comerciante de feijão e atende o brasil inteiro.

No ano de 1986 se propôs ao desafio de abrir uma empresa apoiado por sua esposa ana maria parmezan de moraes, começam a desenvolver a administração efetiva,  assim deu inicio a venda do primeiro produto e ainda hoje o carro chefe da empresa, o "feijão efraim".

Efraim afirma que a esposa, ana maria administra muito bem os negócios da família e que é parceira em todos os momentos. 

“Deus me deu o privilégio de ter a mulher que tenho com muito orgulho, esposa amada, companheira, sempre ao meu lado. Cobrando para eu sempre possa melhorar em todos os aspectos, pessoal, empresarial, para que fique bem feito. Todos os trabalhos, a ana realiza com sucesso. É uma mulher espetacular, mãe e avó dedicada, empresária de credibilidade.”

No ano de 2012  o ritmo de mudança dentro da empresa foi abraçando com mais carinho, sempre acreditando que é preciso evoluir dentro dos valores de ética e usando sempre a boa fé. Desbravando e tentando conquistar cada dia mais o mercado, abrindo as portas para futuro, mas sem deixar de olhar tudo aquilo que foi conquistado com o passado, mesurando e evidenciando cada necessidade de sabermos o que devemos suprir para ganharmos você como consumidor.

"hoje a empresa ainda carrega com si o cuidado, a sensibilidade que só uma família poderia ter para o cliente, acreditando que a melhor forma de administrar é reconhecer que o fornecimento de um produto vai além do caráter comercial".

Adelita Parmezan de Moraes